Rapaz de 24 anos consegue escapar de executores do tribunal do crime em Sidrolândia

09/07/2024 08h26 - Atualizado há 3 dias

A vítima seguia, no porta malas de um veículo, rumo ao lugar onde seria executada

Cb image default
Divulgação

Na noite desta segunda-feira (08), um rapaz de 24 anos conseguiu fugir, após ser sequestrado, torturado, julgado e condenado à morte por dois integrantes do "tribunal do crime" em Sidrolândia.

A vítima foi, após ser sequestrada, foi encaminhada a uma residência na Rua Nioaque, onde foi torturada por dois indivíduos identificados como Luiz e Goiano. O rapaz teria apontado uma "boca de fumo", que acabou "estourada" pela polícia, causando grande prejuízo ao tráfico.

Após espancarem a vítima, os agressores efetuaram uma chapada de vídeo para um terceiro homem, alcunhado de Cabeça Gorda, procedendo o "julgamento" que culminou com a sentença de morte.

O rapaz, amarrado e amordaçado, foi colocado no porta malas de um corsa preto e conduzido até uma propriedade na zona rural do município. 

Durante o trajeto a vítima conseguiu se desamarrar e quando o veículo parou e o porta malas foi aberto, aproveitando um momento de descuido dos sequestradores, o rapaz conseguiu fugir e se esconder em uma mata próxima.

Nas proximidades do local há uma empresa de reciclagem onde a vítima foi acolhida e a polícia acionada.

A polícia busca pelos autores, mas até o presente momento ninguém foi preso.

Por TONI REIS