FRAUDE ELEITORAL: MP oficia o Instituto Ranking e notifica pessoas ligadas a coligação de Enelvo

09/06/2021 16h05 - Atualizado há 12 dias

David já sabia da notificação, inclusive gravou uma live onde, depois de ataques a mulheres, acusa a justiça de seletividade

Cb image default

O Ministério Público Eleitoral emitiu um Despacho de Providências Iniciais, relativo a e Notícia de Fato registrada no SAJ/MP sob o nº 01.2021.00004315-6, que trata da denúncia de fraude eleitoral.

A Drª Bianka M. A. Mendes, Promotora de Justiça, diante da denúncia e das provas elencadas, decidiu por oficiar o Instituto Ranking Brasil – Pesquisa, Consultoria e Mídia, bem como notificar David Moura de Olindo e Antônio Pereira de Souza ("Fumaça"), para num prazo de 10 dias, prestarem esclarecimentos sobre questões denunciadas com referência a pesquisa que o Instituto realizava no município.

Conforme a denúncia, "O porta voz do PSDB, em Sidrolândia, David Moura de Olindo, publicou nesta quinta-feira (27), postagem mencionando números relativos a pesquisa eleitoral para prefeito do município. que está sendo realizada pelo INSTITUTO RANKING BRASIL - PESQUISA CONSULTORIA E MIDIA e que só será concluída no dia 29. Fumaça, que se apresenta como um dos coordenadores de campanha do candidato Enelvo, também fala que a pesquisa apresenta seu candidato à frente, salientando que Fumaça fez foto com um dos entrevistadores do instituto de pesquisas, o que por si só já muito estranho". 

Não tivemos acesso a documentação comprobatória, anexada a denúncia, mas a Promotoria cita que "para corroborar o alegado, foram encaminhados "prints" em que David Moura de Olindo teria publicado a seguinte mensagem em sua rede social "Facebook": "Ta justificado o desespero. O motivo são os numeros: 34 a 31 e rejeição: 26 a 29. Chora que o pranto é livre. OBRIGADO MEU DEUS. Tenho sofrido mas não vou desistir até acabar com todas as malocas e quadrilhas de corruptos. Aguardem o registro", além de uma foto de "Fumaça" com um entrevistador do Instituto Ranking Brasil".

Por TONI REIS