CÂMARA: Presidente desmente matéria e diz que conversou com o Prefeito e que recursos estão a disposição

25/03/2020 14h15 - Atualizado há 6 mêses

"Em um momento em que se deve contribuir para a união, esquecendo diferenças políticas, pessoas tentam provocar polêmicas e atrapalhar o bom funcionamento das instituições, fazendo com que a verdadeira prejudicada seja a população",

Cb image default
Divulgação

Presidente da Câmara Municipal de Vereadores, Carlos Henrique Olindo, repudia matéria de site, publicada no final da manhã desta quarta-feira (25), que segundo ele, só tem como finalidade provocar atrito e distanciar poderes, criando animosidade dentro da Casa e com o Executivo. "Essa matéria é mentirosa e os vereadores não autorizaram a citação de seus nomes nela", afirma Carlos Henrique.

Carlos Henrique tem mantido contato constatante com o Executivo e com o Comitê Gestor de crise, criado para gerir o controle e combate a pandemia de coronavírus. No final da semana passada, inclusive, esteve na prefeitura em reunião, onde apresentou seu ponto de vista e colocou "toda" a estrutura do Legislativo à disposição. "Conversei com  o Prefeito e deixei a sua disposição, toda a estrutura da Casa, prédio, servidores e finanças", afirmou o Presidente.

"O Prefeito está organizado, aprovou a suplementação e o crédito adicional para o Programa Mais Médicos. A Câmara não pode fazer repasse direto ao hospital, então o Prefeito, quando requisitar a devolução, é que irá definir a aplicação, ele é que irá resolver para onde é melhor ir o dinheiro, porque não adianta atender só o hospital, tem que atender a UPA, os Postos de Saúde e isso é o Prefeito que saberá, no momento certo", colocou Carlos Henrique.

Na realidade o Vereador já vem fazendo essa afirmação a um bom tempo, inclusive através de Live em redes sociais. 

"A Câmara está pronta para auxiliar a cidade e a Prefeitura, os postos de saúde, a UPA e o Hospital, na hora que for requisitado", encerrou o Presidente.

O proprietário do site em questão, mantém uma longa relação com direções do hospital, inclusive foi o veículo escolhido pela entidade para expôr a advogada e ex-secretária Elaine Brito, quando de sua internação e suspeita de infecção pelo coronavírus. Conforme nos informou um funcionário da entidade, o site também recebeu dinheiro do hospital, foram R$ 5.000,00, no dia 19 de março de 2018, conforme Nota Fiscal de Prestação de Serviços" nº 583. Por motivos óbvios o funcionário não quis seu nome citado, mas afirma que como esse, podem haver mais pagamentos ao site.

Por TONI REIS