Pacheco pede ao Congresso dos EUA permissão para compra de estoque de vacinas

20/03/2021 09h29 - Atualizado há 1 mês

Carta de Pacheco foi endereçada a Kamala Harris, vice-presidente dos Estados Unidos e presidente do Senado norte-americano

Cb image default

Jefferson Rudy/Agência Senado

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, enviou nesta sexta-feira (19) à vice-presidente dos Estados Unidos, Kamala Harris, um pedido de autorização especial para que o Brasil compre vacinas contra a covid-19 do estoque americano. Harris é também a presidente do Senado dos Estados Unidos, pois, no sistema americano, os dois cargos se acumulam. Pacheco, por sua vez, exerce a presidência do Congresso Nacional.

No documento, Pacheco declara o interesse do Brasil em adquirir doses de vacina estocadas pelos Estados Unidos e ainda sem a previsão de uso local. Não há uma estimativa de número de doses a serem transferidas. Ele ressalta que o gesto "aprofundaria os laços de cooperação" entre os dois países e teria repercussões positivas internacionalmente, uma vez que o Brasil é, hoje, o "epicentro" da pandemia.

"Toda a comunidade internacional ganharia, em segurança sanitária e estima moral, com iniciativa de tamanha relevância e grandeza", afirma.

A mensagem também estende a oportunidade para que o Congresso e o governo americanos sugiram outras iniciativas de colaboração entre o Brasil e os Estados Unidos na área da saúde e do combate à pandemia.

Em suas redes sociais, Pacheco reproduziu trecho da mensagem no qual afirma que uma resposta favorável seria uma contribuição importante para o plano nacional de vacinação.

"Esse compartilhamento de estoques, caso autorizado, daria impulso decisivo ao esforço de imunização dos 210 milhões de brasileiros", escreveu o presidente do Senado brasileiro.

Fonte: Agência Senado