Com "benção" de Puccinelli, Juliana Zorzo será vice de Márcio Fernandes

15/09/2020 11h11 - Atualizado há 10 dias

Empresária, e ex-vereadora, foi escolhida para compor chapa que tem deputado como candidato à prefeito da Capital

Cb image default
Fernandes, o presidente estadual do MDB, Junior Mochi, Juliana Zorzo e André Puccinelli - Valdenir Rezende

Da Redação, Gabrielle Tavares

Em evento realizado na manhã desta segunda-feira(14), o ex-governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli, anunciou Juliana Zorzo como o nome para a vice prefeitura de Campo Grande, com Márcio Fernandes, candidato à prefeito. A oficialização da chapa acontecerá nesta terça-feira (15), numa convenção do MDB, onde será discutido o plano de governo e as propostas de cada candidato.

Também estiveram presentes na reunião a senadora Simone Tebet, o presidente estadual do MDB, Júnior Mochi, o presidente municipal do MDB, Ulisses Rocha, e o pré-candidato a prefeitura da Capital, Márcio Fernandes.

Motivos

Segundo o ex-governador, foram três os motivos que levaram o partido a convidar Juliana Zorzo para a disputa. Ela já atuou no meio político como vereadora da Capital e vinha trabalhando no setor empresarial, além de trazer a representatividade feminina que a população tanto precisa.

A pré-candidata aproveitou a oportunidade para destacar a importância de se investir em políticas públicas, para que cada pessoa possa se desenvolver financeiramente, ainda mais tendo em vista o olhar da mulher para o mercado.

Ainda na coletiva, Puccinelli se assumiu como claro apoiador da chapa Márcio Fernandes-Juliana Zorzo, mas lembrou que não há campanha ganha, por isso o melhor conselho para quem for assumir a prefeitura da Capital é sempre ouvir a população.

Atualmente o MDB tem 41 pré-candidatos a prefeito e 6 mulheres candidatas a vice-prefeitas no Estado, e a previsão é de que o partido alcance até 15 eleitos em 2020.

CORREIO DO ESTADO