Projeto Jovem Condutor: Blitz para conscientização no trânsito

10/07/2015 00h00 - Atualizado há 1 ano

Alunos de 2º e 3º anos da Escola Catarina de Abreu, realizaram, com o apoio da Polícia Militar, na tarde de hoje (10), uma blitz para panfletagem de educação para o trânsito. Essa ação faz parte do Projeto Jovem Condutor, Programa de formação teórico-técnica do processo de habilitação de condutores de veículos automotores como Atividade Extracurricular no Ensino Médio.

No programa Jovem Condutor, os participantes recebem desconto nas taxas do Detran-MS, na obtenção da Primeira Habilitação e não precisam fazer as aulas teóricas em Centros de Formação de Condutores (CFCs). Os descontos chegam a 60 % do valor.

Na escola Catarina de Abreu o Policial Militar SD Walmir Araújo Fernandes é o responsável pela capacitação dos futuros condutores, ministrando aulas, nos sábados, na unidade escolar, com duração de 2 h/aulas. Segundo Araújo entre e 60 e 70% dos jovens concluem o curso, sendo a parte de legislação o que ainda faz alguns desistirem.

O curso é dividido em 5 módulos, com carga horária total de 155 hs, duração de dois anos e com material totalmente gratuito. Ao final do curso, os estudantes, aprovados, receberão certificado de conclusão, que diminuirá o custo das aulas teóricas na autoescola.

O Projeto tem a finalidade de preparar os jovens para um trânsito seguro e com qualidade, diminuindo assim os acidentes infelizmente tão frequentes no município.

Em nosso município está sendo desenvolvido na Escola Estadual Catarina de Abreu, mas o SD Araújo acredita, que para o próximo semestre, já possa contar com alunos das escolar Sidrônio e Vespasiano, do Quebra Coco, que por motivos burocráticos ainda não integram o projeto.

O projeto “Trânsito na Escola – Formação do Jovem Condutor” foi desenvolvido em 2011 e 2012 pelo Detran MS em parceria com a Secretaria de Educação (SED) e capacitou os alunos do Ensino Médio com aulas sobre o Código Brasileiro de Trânsito e compreensão da maneira correta e segura de se portar no trânsito.

O programa tem como base a coleção “Trânsito na Escola – Formação do Jovem Condutor” da Editora Alvorada, pensado para oportunizar o jovem a conhecer as leis que regem o trânsito de forma lúdica com uma linguagem adequada para a faixa etária. Nesse material apresentam-se além das informações jurídicas extraídas do Código de Trânsito Brasileiro, momentos de reflexão para uma mudança de comportamento que contribuirá para amenizar os índices de violência no trânsito.

O material do programa faz parte da Resolução 265 do Conselho Nacional de Trânsito (Contram), publicado em 2007, que dispõe da formação teórico e técnica do processo de habilitação de condutores como atividade extracurricular em escolas de ensino médio.

Com o conhecimento mais aprofundando sobre o respeito ao próximo e a educação para um trânsito melhor, ao completarem 18 anos, os alunos que concluírem o curso poderão ter a dispensa da realização das aulas teóricas que teriam que realizar para tirar a Carteira Nacional de Habilitação. Assim, os alunos que optarem por não realizar as aulas teóricas disponibilizadas pela autoescola tem a oportunidade de fazer somente a prova teórica e seguir para aulas práticas e prova prática.