Com medo de ex-marido coronel, mulher e filha dormem em delegacia

10/06/2021 11h43 - Atualizado há 11 dias

Vítima já tinha registrado boletins de ocorrência contra o homem

Cb image default
(Henrique Arakaki, Midiamax)

Com medo de ameaças e vítima de perseguição por parte do ex-marido, um coronel, uma mulher de 41 anos teve de se abrigar na Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher), em Campo Grande, onde dormiu junto da filha de 18 anos.

Ela contou ao Jornal Midiamax que manteve um relacionamento com o militar por dois anos e um mês, quando resolveu se separar após brigas e agressões, mas ele não aceita e a persegue. A autônoma disse que, o coronel chegou a segui-lá com o caminhão de mudança para descobrir o seu novo endereço.

Ainda de acordo com a mulher, o ex-marido não aceitava qualquer opinião sua a subjugando. Ela deixou a casa que dividia com o militar há 10 dias, e nesse tempo já foi perseguida e ameaçada por ele. Segundo ela, dois boletins de ocorrência foram registrados contra ele por agressão. Ela tem medida protetiva contra ele, que está sendo descumprida.

Thatiana Melo e Dayene Paz

MIDIAMAX