Fifa investiga contratação de menores estrangeiros

26/01/2015 00h00 - Atualizado há 2 anos
Cb image default
Divulgação

O Real Madrid está sob investigação da Fifa para determinar se o clube cometeu irregularidades na contratação de jogadores estrangeiros com idade inferior a 18 anos. A informação foi publicada nesta segunda-feira pelo diário espanhol As.

A entidade que rege o futebol mundial quer verificar se o Real Madrid descumpriu o artigo 19 do regulamento de transferência de atletas, que proíbe a transferência de jogadores sub-18, exceto em situações especiais.

De acordo com o jornal, o casos dos jovens venezuelanos Manuel Godoy e Fernando Macias, levados a Madri pelo ex-jogador argentino Miguel Ángel Coira, despertou a atenção da entidade.

O As afirma que a Fifa já pediu para analisar a documentação de todos os atletas jovens nas categorias de base do Real Madrid e nas equipes com quem mantém parceria.

À Folha de S.Paulo, um porta-voz da Fifa diz que a investigação está em fase preliminar.

A Fifa está no momento coletando todas a documentação e informações relevantes para poder avaliar a questão. Nenhum processo disciplinar formal foi aberto até este momento, afirmou.

Responsável pelas relações institucionais do Real Madrid, Emilio Brutagueño disse que o clube pretende cooperar com a investigação.

Estamos em acordo com a Fifa sobre essa questão e iremos continuar a colaborar com eles. Estamos completamento tranquilos, afirmou.

No ano passado, a Fifa proibiu o Barcelona de fazer contratações após descobrir que o time catalão cometeu irregularidade na contratação de jogadores menores entre 2009 e 2012. Após recorrer, o time de Neymar está impedido de se reforçar até janeiro de 2016.

http://www.correiodoestado.com.br