SEM RECEIO: Em Sidrolândia ladrões estão arrombando residências com os moradores dentro

17/09/2021 13h34 - Atualizado há 1 mês

Só no quadrilátero entre as ruas João Márcio e Pernambuco, Santa Catarina e Paraná, foram pelo menos 5 investidas dos criminosos

Cb image default
Divulgação

Nesses últimos dias a região central da cidade, principalmente o quadrilátero que compreende as ruas João Márcio Ferreira Terra e Pernambuco, Santa Catarina e Paraná, foi alvo de diversos arrombamentos e furtos.

Em duas noites seguidas, pelo menos cinco residências tiveram visitas dos "amigos do alheio", em bom português "LADRÕES".

Em uma das ocorrências a Polícia Militar foi acionada, por um morador local, e conseguiu "APREENDER" um "MENOR INFRATOR", que com o auxílio do " ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE" já está em "LIBERDADE".

Mas o mais grave foi um arrombamento, ocorrido na madrugada de quarta-feira (15), por volta das 2 horas, onde o criminoso forçou a porta da frente de uma residência, entrou no imóvel, com os moradores dormindo, e fugiu pela porta dos fundos levando uma bicicleta que se encontrava no interior da residência.

O proprietário da bicicleta, que ainda tem R$ 1.250,00 em parcelas à pagar, viu quando o homem se deslocava, em uma bicicleta e carregando a outra, pela rua Paraná, em direção a Ponta Porã.

Além do prejuízo material, ficam as sequelas do medo, de saber que um criminoso entrou em sua residência, roubou seus pertences e ainda poderia tê-lo ferido ou até tirado sua vida. Um medo que não se desfaz com colocação de trancas, um medo que aflora durante as noites, a cada latido de cães e a cada barulho vindo da rua.

A Polícia trabalha, faz o que pode com o que tem a disposição, mas a legislação premia o criminoso e pune o cidadão, tal como o governo do estado que com uma "mão" aumenta o efetivo e com a outra retira.

O que nos resta é rezar, ou orar, como queiram, para que esses furtos não se transformem em LATROCÍNIOS.

Por TONI REIS