Porte de arma para Deputados, precisa?

02/11/2015 00h00 - Atualizado há 1 ano
Cb image default
Divulgação

A comissão especial da Câmara dos Deputados que analisa alterações no Estatuto do Desarmamento aprovou, no dia 27 de outubro deste ano, por 19 votos a 8, o texto-base do projeto apresentado pelo deputado Laudivio Carvalho (PMDB-MG).

O novo estatuto, renomeado de Estatuto de Controle de Armas de Fogo, reduz de 25 para 21 anos a idade mínima para a compra de armas no país. O texto também estende o porte para outras autoridades, como deputados e senadores e autoriza a posse e o porte de armas de fogo para pessoas que respondam a inquérito policial ou a processo criminal.

O texto propõe ainda que o porte de armas tenha validade de dez anos. Atualmente, o porte tem de ser renovado a cada três anos. A proposta também prevê que o cadastramento de armas seja gratuito, para acabar com a imensa quantidades de armas existentes na clandestinidade.

Em suma, arma para bandido pode, pode se reduzir a idade para comprar e portar arma, mas não se pode reduzir a maioridade penal, ou seja, carta branca para a bandidagem matar e roubar a vontade, inclusive para os que usam terno e tem mandato.

Já pensaram como será um briga no congresso? Tiro pra todo o lado. 

E o povo? Bem, o povo é apenas um detalhe, que como não se pode acabar com ele de uma só vez, pois possui sua utilidade, vai se usando para tudo, inclusive para tiro ao alvo.

E você que está desagradado com os políticos, quero ver ir fazer manifestação lá no congresso! Vai tomar tiro e eles ainda vão alegar legítima defesa.