Pobre tem que apanhar e oferecer a outra face, se revidar é leão de chácara

07/10/2015 00h00 - Atualizado há 1 ano
Cb image default
Divulgação

Um verdadeiro tapa na cara da sociedade, uma pessoa tem o direito de agredir, verbal e fisicamente, por ser um Deputado e ter quase 70 anos, enquanto que o agredido não pode se defender por ser mais novo e maior fisicamente. Seria isso? ou seria, pelo fato um ser rico e da classe dominante e o outro um simples trabalhador que não aceitou ser tratado com desrespeito e revidou  agressão verbal e física?

O vídeo publicado nesta quarta-feira (07), pelo site de notícias G1, com imagens do sistema de segurança da polícia legislativa mostra que o carro do deputado do PSC para na pista de acesso ao prédio do Legislativo. Vestido com um terno claro, Takayama desce do carro e, para não atingí-lo, o carro oficial do senador petista para subitamente.

Em seguida, o parlamentar paranaense para na frente do carro do senador e se dirige até a porta do motorista. De acordo com relato da equipe do senador, neste momento, Takayama reclamou com o motorista, que pediu cuidado.

O vídeo obtido pelo G1 mostra que, após a reclamação, o carro oficial de Delcídio do Amaral retorna para a chapelaria do Congresso Nacional e o deputado do PSC caminha em direção ao seu carro. Antes, entretanto, ele confere a placa do veículo oficial do líder do governo no Senado (os carros dos senadores são numerados) e para ao lado da janela do passageiro.

Então, o motorista do senador desce do carro e os dois discutem. Segundo as imagens, o deputado dá um tapa no funcionário do Senado, que revida e empurra o parlamentar paranaense, que cai entre uma pilastra e o vidro.

As manifestações, como não poderiam deixar de ser, foram políticas e corporativistas, tratando o motorista como réu e o “nobre deputado” como vítima, uma infame realidade de nosso país, onde o mais forte é sempre o vencedor, até quando vai agredir e acaba apanhando. A idéia é que pobre tem que apanhar e oferecer a outra face, se revidar é leão de chácara, termo utilizado, nas tribunas em Brasília, por alguns parlamentares, para justificar o mal feito de seu par.

vídeo mostra Deputado agredindo motorista e sendo nocauteado por um tapa

Com informações do site G1