Novo coronelado quer se instalar em Sidrolândia

27/11/2018 00h00 - Atualizado há 1 ano
Cb image default
Divulgação

Uma figura, que parecia ter ficado em um passado vergonhoso, triste e remoto de nossa história, tenta ressurgir nos dias atuais, aqui mesmo no município de Sidrolândia.

O Coronel de agora não recebeu o título por favores prestados a Nação e sim pela postura arrogante, presunçosa e auto-suficiente de um cidadão, que acabado de sair dos coeiros, em relação a cargo eletivo, tenta se impor como figura de maior importância no município.

O Coronel, que já transitou pelas mais diversas correntes e vertentes políticas, tendo como única preocupação seu próprio umbigo, sem fidelidade ou companheirismo, coisa apreciada e respeitada até mesmo no submundo do crime, paira sobre nosso município como um abutre, pronto para devorar moribundos que ele mesmo está fabricando.

O eleitorado de Sidrolândia, em sua maioria esmagadora, já deu a resposta ao Coronel nas urnas. Nem o derrame estrondoso de dinheiro e nem a campanha avassaladora e suntuosa foi capaz de reverter o pensamento de quem o conhece. Mas isso parece não fazer diferença, pois agora eleito, mesmo com muito menos votos do que os reais merecedores da cadeira na Assembléia, se acha no direito de intervir na eleição do Legislativo Municipal, Legislativo esse que hoje tem seus seguidores no comando.

Coronel, guarde seu dinheiro e suas ideias de posse para sua vida pessoal, o cangaço acabou, Sidrolândia não precisa do seu desserviço a democracia, deixe que os HOMENS desse município resolvam nossos problemas. Acertando ou errando eles foram eleitos para isso.