REI MORTO, REI POSTO: Enelvo não é mais aceito como liderança tucana em Sidrolândia

15/06/2021 21h31 - Atualizado há 4 mêses

Com mão de ferro, desde 2005 o tucano vem se impondo como única alternativa do grupo

Cb image default
Imagem FACEBOOK

A desastrosa condução da campanha eleitoral tucana, com pessoas com enorme rejeição junto a sociedade e sua própria rejeição, tem levado Enelvo Felini a ser considerado "carta fora do baralho", não só por opositores, mas também por seus próprios correligionários.

Enelvo fez uma campanha baseada em fakenews, vitimização e ataques pessoais a sua adversária, posicionamento que não era bem visto e nem unânime entre seus próprios companheiros.

"Os tiros no pé" como os jornais apreendidos pela justiça, a requisição do exército para arrumar ponte e os problemas nos acertos com os cabos eleitorais, são exemplos de que o tucano perdeu completamente as rédeas e a direção de sua campanha.

Enelvo sempre foi "pintado" como um grande administrador, porque nunca se levou em consideração que ele foi condenado e cassado por improbidade administrativa, mesmo em uma época em que se administrar uma prefeitura não tinha tantos meandros como nos dias atuais.

Agora, passadas apenas 48 horas da derrota nas urnas, os tucanos já começaram a alçar voo em outra direção. Integrantes do PSDB e tucanos que conduzem outros partidos acenam em outra direção, contrária a de Enelvo.

Conversamos com um ex-vereador tucano, que alegando "motivo ético" pediu para não ter seu nome divulgado, o qual nos disse que o desgaste de Enelvo, junto a cúpula, já era grande e que a teimosia e o fato de achar que só ele tem condições para pleitear a prefeitura, causou um desgaste muito grande, para ele irreversível. "Essa foi a última, temos muita gente boa, cabeça "nova" e com condições de disputar, vencer a eleição e administrar Sidrolândia. Não podemos mais ficar agarrados nessa mística de PAI".

Junto ao Governo do Estado a figura de Enelvo também sofreu um grande desgaste, o que pode dificultar até mesmo uma possível candidatura na eleição do ano que vem.

Questionamos Enelvo, via whatsapp, mas como das outras vezes o tucano visualizou e não respondeu.

Por TONI REIS