Inquérito apura falta de insumos para cirurgias do coração no Hospital Regional de Campo Grande

19/01/2022 09h21 - Atualizado há 3 mêses

Não há materiais para realização de angioplastia e cateterismo

Cb image default
Fachada do Hospital Regional de Campo Grande - Arquivo

O MPMS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul) investiga a falta de materiais necessários para realização de cirurgias do coração no Hospital Regional de Campo Grande.

Conforme edital publicado no Diário Oficial desta quarta-feira (14), assinado pela promotora Daniela Cristina Guiotti, da 76ª Promotoria de Justiça de Saúde Pública da Capital, não há insumos para os procedimentos de angioplastia e cateterismo.

A angioplastia é uma cirurgia que consiste na liberação de artérias bloqueadas pelo acúmulo de colesterol. Já o cateterismo serve para avaliar as condições do coração em geral e auxiliar na desobstrução das artérias.

As investigações correm em sigilo. A promotora solicitou esclarecimentos da Funsau (Fundação dos Serviços de Saúde), responsável pela gestão do Hospital, da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) e SES (Secretaria de Estado de Saúde).

Renan Nucci 

MIDIAMAX