Promotoria de Paris investiga financiamento de campanha de extremista de direita Marine Le Pen

10/07/2024 04h57 - Atualizado há 3 dias

Investigação vai analisar denúncias de peculato, falsificação e fraude na corrida presidencial de 2022

Cb image default

Líder do Reunião Nacional Marine Le Pen

07/07/2024REUTERS/Sarah Meyssonnier

A promotoria de Paris disse nesta terça-feira (9) que lançou uma investigação preliminar sobre suspeitas de financiamento ilegal da campanha da líder da ultradireita do Reunião Nacional (RN), Marine Le Pen, para a corrida presidencial de 2022, que ela perdeu para Emmanuel Macron.

A investigação, aberta em 2 de julho, segue um relatório de 2023 da Comissão Nacional de Contas de Campanha e Financiamento Político (CNCCFP), que examina as despesas e financiamento eleitoral dos candidatos, informou o Ministério Público.

A investigação vai analisar denúncias de peculato, falsificação, fraude e de que uma candidata em campanha eleitoral aceitou um empréstimo.

Le Pen e o seu partido negaram anteriormente qualquer irregularidade relacionada com o financiamento da campanha. O Reunião Nacional não foi encontrado imediatamente para comentar.

Tassilo Hummmel e Dominique Vidalon da Reuters